logo

(11) 3294-5510
(11) 96331-4373
contato@farmermkt.com.br

Google Analytics: como usar de forma fácil

Farmer Marketing Digital / Métricas de Marketing Digital  / Google Analytics: como usar de forma fácil
Google Analytics: como usar

Todo site que desenvolvemos instalamos o Google Analytics (acesse aqui), esse é o principal parceiro de todo dono de site. É ele quem te ajuda a entender qual é o desempenho do seu site e ter novas ideias de melhorias. A ferramenta é enorme e esse post não conseguiria abranger todos os quesitos, minha ideia aqui é abordar as principais métricas para um iniciante a avaliar no Analytics.

Listo aqui 6 coisas para você analisar no Google Analytics

Público – Visão Geral

Essa era a tela inicial do Analytics até bem pouco tempo, acho bacana começar por aqui para ter uma noção geral da performance do site. Nessa tela você consegue checar o período que quiser (eu gosto de analisar os últimos 30 dias) e comparar com qualquer período. O bacana dessa comparação é você mensurar o que melhorou e o que piorou. Imagine a situação: trocou seu site, compare o período anterior ao site com o atual.

Google Analytics como usar

Visão Geral do Google Analytics

Aqui você enxerga:

  • as visitas,
  • quantidade de pessoas que visitaram (usuários),
  • quantidade de páginas visitadas,
  • quantas páginas as pessoas visitam em média,
  • duração das visitas,
  • taxa de rejeição e
  • a porcentagem de visitas que acessaram seu site pela primeira vez.

Acho importante aqui citar que a taxa de rejeição (que ninguém gosta) precisa ser olhada com calma e analisada página por página. Por que? Nessa tela você visualiza a taxa do site como um todo, pode ter algumas páginas com rejeições muito altas que elevam o nível do site. Isso costuma acontecer em páginas de posts de blog. Para diminuir essas taxas você precisa engajar as pessoas a navegarem pelo seu site.

Público – Geográfico > Local

Gosto muito desse item pois nos permite entender quais lugares (do Brasil e do Mundo) estão se interessando pelo meu conteúdo. Imagine que você é uma empresa que pode atender qualquer cidade ou estado, é importante saber onde estão seus visitantes para conseguir planejar ações e conteúdos específicos por região.

Google Analytics como usar de maneira fácil

Visualização do Local de seu público

Quando você é um e-commerce e seu Google Analytics está configurado corretamente você consegue enxergar as cidades e estados que convertem melhor. Essa informação é super valiosa para suas campanhas de Facebook Ads ou Google Adwords.

Aquisição – Visão Geral

Seu site tem diversas fontes de tráfego, pode receber visitas de alguns lugares. Os principais são:

  • Redes Sociais;
  • E-mail Marketing;
  • Google Orgânico (visita gratuita);
  • Google Adwords;

Na primeira tela você tem a visualização geral, nessa (abaixo) você descobre de onde seus visitantes vêm.

Google Analytics: como usar

Aquisição de visitas no Google Analytics

Por que acho essa tela muito importante? Simples, aqui na Farmer nós criamos sites otimizados para o Google. Então sempre confiro essa tela em nossos clientes para ter certeza que nosso trabalho funcionou, então a Organic Search precisa ter um volume maior que os demais.

Muitos clientes atualizam as redes sociais frequentemente e incluem o link do site nos posts, você precisa ter noção se as pessoas estão clicando nos links ou não. Mandamos e-mail marketing, precisamos ter a certeza de que as pessoas estão interagindo com nossos conteúdos.

Lembra meu comentário em cima sobre a Taxa de Rejeição? Observe (no print acima) que a rejeição é menor dos visitantes vindos do Google Orgânico. A maior taxa é observada nos visitantes de Redes Sociais, minha ideia é bem simples: compartilhamos sempre os posts dos projetos, a pessoa observa todas as fotos dos projetos e volta para a rede social. Não navegar em outra página não significa que ela não gostou do projeto, pode ter adorado, mas não realizou nenhuma outra interação.

Comportamento – Conteúdo do site > Páginas de entrada

Essa é minha favorita! Te digo: se tiver tempo para olhar apenas uma métrica, olhe essa!

Google Analytics Páginas de entrada

Principais páginas de entrada do seu site

“Marcelo, qual é a importância dessa visualização?” Gosto demais de saber por onde as pessoas estão chegando no meu site. Sabe aquela expressão antiga que diz “A primeira impressão é a que fica”? Então, estamos falando disso!

Aqui você consegue descobrir quais páginas mais trazem visitas para seu site. Existia um tempo em que as pessoas se concentravam em criar Homes (páginas iniciais) planejadas para todas as situações e ignoravam um pouco a usabilidade das páginas internas. Afinal de contas, imaginavam que todo visitante entraria no site pela Home.

Hoje não podemos mais deixar um conteúdo aparecendo só na home, precisamos pensar página por página como landing pages (páginas de pouso) e pensar sempre numa conclusão de meta por visita. Olhando essa tela conseguimos entender que a home (representada pela barra na linha 1.) recebe 36% das entradas de site. As demais páginas são de projetos.

A principal avaliação que precisa fazer é: qual é a melhoria que consigo fazer nessas páginas para otimizar a visita do meu cliente? De repente, você enxerga aí que um post do seu blog recebe muitas visitas. Que tal incluir um banner falando do seu serviço no meio do post? Ou convidá-lo para uma reunião caso tenha interesse?

Comportamento – Conteúdo do site > Páginas de saída

Essa aqui é delicada assim como a taxa de rejeição. As páginas de saída são boas para otimizarmos a conversão do nosso site. Já adianto que seu visitante não ficará em seu site eternamente, uma hora ele precisará sair, vamos aceitar.

Como usar o Google Analytics - Saída

Páginas de saída de seu site

Essa página te trás as principais saídas (última página que seu visitante visita em seu site antes de partir) e a porcentagem de saída. Esse último dado é bacana: representa a porcentagem de pessoas que entraram e saíram por determinada página.

Gosto de avaliar essa lista para checar quais melhorias posso realizar para que o visitante continue em meu site e quais conteúdos não agradam meus prospects.

É importante lembrar que algumas páginas serão de fato saídas, páginas como: Contato e Localização. Os posts de blog e portfólio são “queridinhos” dessa lista (Assim como quando avaliamos a taxa de rejeição), pois eles têm conteúdo específico e poucos call to actions (chamadas para ação).

Uma boa dica para para os posts é você engajar seus visitantes a:

  • Conferirem outros posts do seu blog (geralmente usamos os posts relacionados);
  • Assinarem sua newsletter;
  • Comentarem algo em seu post.

Conversões – Metas > Geral

Entendo que um dos principais desafios dos empreendedores é entender quais ações da empresa geram mais clientes. Assim, conseguimos otimizar os esforços nela e parar ou melhorar as demais. Fecho o post com essa maravilha: a média das conclusões de meta do seu site.

Google Analytics como usar as metas

Chave de ouro: Conclusões de meta

Sempre configuramos aqui metas como:

  • Contato recebido (seja de interesse em serviço ou contato geral);
  • Download realizado;
  • Inscrições em newsletter;
  • Compra realizada (em caso de e-commerce).

Eu gosto de avaliar as origens que me trouxeram mais resultados. No print acima você consegue perceber que os contatos mais realizados são do Google (56,55%) e o blog da empresa gerou 11 contatos, dado muito bacana porque o trabalho realizado é grande e entendemos que nos trás resultados.

As metas do seu site podem ser as mesmas que configuramos ou alguma que atenda suas expectativas. Por exemplo: se você é um portal de conteúdo e precisa vender anúncios, precisa mostrar aos seus possíveis clientes que as pessoas navegam bastante por suas páginas. Então, uma meta pode ser a quantidade de visitas ou tempo visitando seu site.

mensurar sempre

Adoramos planejar sites e sempre esperamos que eles funcionem muito bem. Porém, é importantíssimo acompanharmos os resultados dos sites lançados, assim conseguimos melhorar sempre.

Você, como dono de site poderia criar o hábito de acessar o Google Analytics ao menos 2 vezes por mês. Acompanhe esses 6 itens que indiquei e com certeza terá um bom retorno sob seus investimentos em Marketing Digital.

Se você já costuma olhar o Analytics manda aqui nos comentários quais métricas gosta de avaliar.

Até a próxima!

Marcelo Oliveira

Sócio-fundador da Farmer, psicólogo de formação, trabalha com Marketing Digital desde 2008. É apaixonado por SEO, Inbound, Marketing de Conteúdo e Wordpress. Viciado em livros, corrida e uma boa pedalada.

Comentários 2

Comente!

Fale!