logo

(11) 3294-5510
(11) 96331-4373
contato@farmermkt.com.br

Google Search Console: 4 ideias para melhorar seu ranking no Google

Farmer Marketing Digital / Métricas de Marketing Digital  / Google Search Console: 4 ideias para melhorar seu ranking no Google

Aqui na Farmer investimos um bom tempo no Planejamento dos sites que desenvolvemos. Entendo que essa é a principal etapa do site, o desenvolvimento em si é simples. O importante é escolhermos as palavras-chave que trarão nossos potenciais clientes e na usabilidade que fará o visitante deixar seus dados para criarmos um relacionamento. Agora, quando concluímos um site precisamos avaliar o rendimento da otimização que fizemos. O principal parceiro que temos nessa missão é o Google Search Console (antigo Webmaster Tools – visite aqui).

Essa ferramenta é simples e incrível, foi criada para estreitar o relacionamento entre o Webmaster (ou dono do site) com o Google. Por ela, o buscador nos ajuda a ter um site melhor e a otimizar nossos esforços.

Google Search Console tela principal

Entrada do Google Search Console

Existem várias informações no Google Search Console, meu menu favorito é o Search Analytics. Ele te ajuda a:

  • checar os termos do seu site indexados no Google,
  • o posicionamento dos links,
  • quantas vezes ele foi visto
  • qual foi a quantidade de cliques que recebeu
  • e como foi a evolução dos termos.
Google Search Console Search Analytics

Search Analytics

Ele é nosso termômetro de qualidade, com ele conseguimos tirar várias conclusões e ideias para planejar os próximos passos. A página é simples de se compreender. São 4 parâmetros e alguns filtros:

  • A coluna Cliques indica quantas visitas determinado termo te levou;
  • impressões mostra quantas vezes seu site apareceu para determinada palavra-chave;
  • O CTR realiza a conta de quantas vezes um termo apareceu na pesquisa do Google versus as visitas que essa palavra-chave nos trouxe.
  • E a posição é simples, qual foi o posicionamento médio do seu site para determinada palavra-chave.

Sobre a posição, vale ressaltar: Geralmente encaramos o ranking do Google por página, então falamos “meu site está na primeira página do Google”. Aqui ele vai te mostrar o número e você subentende a página, como cada página do Google tem 10 resultados orgânicos, um termo ranqueado na posição 11 deve estar no primeiro lugar da segunda página. Assim, conseguimos entender quais conteúdos nossos estão bem ranqueados (podemos considerar um bom trabalho realizado) e quais estão mais distantes (e precisamos trabalhar mais).

Já os filtros vão te ajudar principalmente a entender a evolução do seu ranking. Também conseguirá filtrar por termos, páginas, países, dispositivos, tipos e aspectos; o que te ajuda sempre a entender onde precisa melhorar.

Fiz uma listinha dos principais insights que tiro:

Otimização contínua

Quando percebo que um site está recebendo muitos contatos errados (por ex: de fornecedor ou de profissionais da área querendo trabalho) buscamos entender quais termos estão trazendo visitas. É provável que a escolha das palavras-chave tenha atingido o público errado. É hoje de mudar! Caso uma página ou post esteja muito bem ranqueado, procuramos entender o que colaborou para esse sucesso. Então analisamos o conteúdo disponível na página e sua concorrência. Podemos descobrir por exemplo que essas páginas bem indexadas têm mais texto do que as demais e aí ganhamos motivação para escrever um pouco mais nas demais.

Mais vistas

Essa página tem uma coluna com CTR (click through rate), pode ser que veja algum item na lista com muitas visualizações e baixa quantidade de cliques. Uma dica simples que você pode aproveitar é: confira a descrição e o título dessa página. Uma simples otimização no texto pode aumentar bem as visitas recebidas. Geralmente indico que descrições tenham um resumo comercial sobre o conteúdo da página e um call to action (chamada para ação) no final. Então o ideal é pensar no seu público, por que ele se interessaria em acessar essa página, como o conteúdo dela o ajudará e no final o convide para visitar seu site. Pode usar alguma expressão como: Veja!, Surpreenda-se!, Confira!, Não perca! e por aí vai…

Apoio aos Links Patrocinados

Como comentei ali em cima, conseguimos descobrir quais termos estamos muito bem  ranqueados. Diante disso, podemos pensar (talvez) em deixar de patrocinar esses termos no Adwords, já que entendemos que ele já deverá receber visitas. Quando temos um termo importante muito longe no ranking, podemos concentrar os esforços em anunciar para essas palavras-chave, enquanto trabalhamos para que o orgânico melhore.

Conteúdos novos

Gosto muito de olhar os termos que nos levam visitas ou que aparecemos. Dessa lista saem várias ideias de novos conteúdos e um bom benchmarking (comparativo) da concorrência. O último acho bacana pois muitas vezes ranqueamos para um termo que não fizemos tanto esforço, isso pode indicar que meus concorrentes fizeram menos ainda e aí descobrimos um campo interessante para explorar.

Pode ser que você olhe a lista e se decepcione um pouco com termos importantes que não aparecem tão bem ranqueados. Vou escrever um outro post só para lhe ajudar a melhorar o ranking do seu site a partir das ideias do Google Search Console. Enquanto ele não sai, recomendo que veja o post da Naia sobre como escrever um bom post, ele poderá ajudá-lo a melhorar seu conteúdo.

Uma coisa acho importante comentar: geralmente acesso o Search Analytics, seleciono todos os itens (Cliques, impressão, CTR e Posição) e vejo o geral na visualização dos 28 últimos dias (padrão quando acessamos). Depois disso, gosto de selecionar um período menor, então checo o ranking dos termos nos últimos 7 dias por exemplo. Essa visualização mostra resultados mais atuais.

Google Search Console

Um dos principais motivos para eu ter “fugido” da Psicologia e migrado para o Marketing Digital é conseguir mensurar qualquer coisa, considero importantíssimo o uso dos dados, tanto no planejamento quanto na avaliação do resultado. O Google Search Console é um parceirão nessa missão de analisar e otimizar sempre. Falando nisso, veja também o post que fizemos sobre o que avaliar no Google Analytics.

Nossa missão é garantir resultados aos nossos clientes, adoramos compartilhar conteúdo verdadeiro e de coração. Fique a vontade para comentar, dar sua opinião, oferecer ideias de conteúdos, compartilhar ideias…

Marcelo Oliveira

Sócio-fundador da Farmer, psicólogo de formação, trabalha com Marketing Digital desde 2008. É apaixonado por SEO, Inbound, Marketing de Conteúdo e Wordpress. Viciado em livros, corrida e uma boa pedalada.

Sem comentários

Comente!

Fale!